SERMÃO - CONDIÇÕES PARA RECEBER BÊNÇÃOS DE DEUS

Texto: I Crônicas 7.14
Autor: Pr. Esdras Cabral de Melo

Se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar, e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra    (II Cr. 7.14).

Introdução: Esse texto sempre esteve na lembrança dos israelitas pós-monarquia. Sempre que eles passavam por dificuldades, se lembravam dessa maravilhosa verdade. Foi assim, por exemplo, nos tempos de Ezequias, de Josias e de Neemias. Assim, ao perceberem a ausência de chuvas, a seca nos campos, a corrupção nas cidades e a opressão dos mais ricos, esses homens de Deus voltaram seus corações para buscar ao Senhor e clamaram a Deus pelo cumprimento de Sua promessa.
Nos tempos do Rei Ezequias, Rei Josias e Governador Neemias. O povo de Israel vivenciou, experimentou um dos seus maiores avivamentos no Antigo Testamento.

EXEMPLOS VIVIDOS PELOS GOVERNANTES

Rei Ezequias – O Templo foi reaberto e o seu serviço reorganizado, a Assíria foi derrotada e Jerusalém teve grande prosperidade.

Rei Josias - O avivamento trouxe as pessoas desviadas de volta para os caminhos de Deus, e os israelitas se reuniram em Jerusalém para celebrar a Páscoa  contam os registros que “(...) nunca se celebrara em Israel uma páscoa semelhante a essa, desde os dias do profeta Samuel (II Cr 35.18),

Governador Neemias – Ao chegar em Jerusalém, a cidade estava completamente destruída. Mas Deus derramou um avivamento tão impressionante que, em pouco tempo, as pessoas se voltaram para Deus e reconstruíram a cidade. Deus respondeu com vida, prosperidade, alegria, força e poderoso avivamento o clamor dos seus servos. A história do povo de Israel foi mudada porque algumas pessoas decidiram colocar em prática o texto de II Crônicas 7.14.

APLICABILIDADE DO TEXTO NOS DIAS ATUAIS.
1.   O mesmo encorajamento que essa palavra trouxe para os homens do passado, ela deve trazer para as pessoas do presente. Deus não aboliu a Sua palavra, e Sua promessa jamais deixou de ser verdadeira. Como estar escrito em Jr. 1.12 “E disse-me o SENHOR: Viste bem; porque eu velo sobre a minha palavra para cumpri-la.

2.    O que Deus proclamou ao povo de Israel há milhares de anos continua valendo para o atual Israel de Deus: a Igreja resgatada pelo sangue do Senhor Jesus


3.    A Igreja recebeu de Deus a responsabilidade de mudar a história das sociedades. O mundo não será verdadeiramente transformado através de políticas internacionais; os países não serão de fato mudados pelo desenvolvimento tecnológico e crescimento na educação; as sociedades não se tornarão melhores se adotarem uma política de desenvolvimento planejado; as pessoas não serão mais prósperas se ganharem melhores salários.

4.    As mudanças não dependem daquilo que os homens podem fazer; mas o que Deus pode fazer o mundo só mudará de verdade quando a Igreja se valer da autoridade que lhe foi dada por Deus. Somente a Igreja pode mudar a realidade das sociedades, porque Deus deu esse poder tão somente a ela. Ele mesmo afirmou: “Se o meu povo".
Obs. Não há como negar que aplicabilidade deste texto tem transformado vidas de Milhares de pessoas  para a glória de Deus.

QUAL O SEGREDO DESTE TEXTO? II CRÔNICAS 7.14
·   É um texto que expressa as condições divinas para receber bênçãos O texto oferece 4 condições para receber a promessa de Deus

1.    Humilhar – Esta palavra no Hebraico significa: “Shãphel” – abaixa-se, deitar-se, declinar-se estar subjulgado, melhor “estar em poder de alguém” você deve se dobrar diante de Deus. Antes de proferir qualquer palavra se humilhe na sua presença. I Pe. 5.6 “Humilhai-vos, pois, debaixo da potente mão de Deus, para que a seu tempo vos exalte;”. Ninguém pode obter o favor de Deus sem antes reconhecer seu Senhorio, e só alcançamos o seu favor se  humilharmos diante de sua presença.

2.    Orar – Esta palavra no Hebraico significa: “Pãlal” – meditar, conversar, melhor “dialogar com Deus”. Depois que a alma passa pelo processo da humilhação, onde o “EU” é quebrado, eliminado e posto pra fora, então a alma aliviada do orgulho e da soberba juntamente com o espírito se unem para alcançar o favor divino.

John Piper disse: Eu amo as orações da Bíblia. Eles moldam minhas orações mais do qualquer outra coisa. Eu amo as orações de Paulo em Filipenses 1:9-11, e Efésios 1:16-21 e 3:14-19 e Colossenses 1:9-12. Eu amo a oração de Jesus em João 17. E eu amo de todo o livro dos Salmos, que é o livro de orações da bíblia

Quem deseja orar em busca de atingir o coração de Deus, deve aprender com a “oração do pai nosso” Uma Oração Simples e Espetacular em Mateus 6.9-13

Você pode ver a diferença e sentir a diferença entre essas duas metades. As três primeiras petições (9-10) são sobre o nome de Deus, o reino de Deus, a vontade de Deus.

Os três últimos (11-13) são da nossa comida, nosso perdão, nossa santidade. As três primeiras chamam a nossa atenção para a grandeza de Deus. E as três últimas chamam atenção para as nossas necessidades.

3.   Buscar – Esta palavra no Hebraico significa: “ Bãqash” procurar, consultar, ter uma audiência favorável, melhor “procurar o que estar perdido”. Is. 55.6 “buscai ao Senhor enquando se pode achar, invocai-o enquanto está perto”. Mas o texto de II Crônicas diz: “buscar a minha face”. Pra mim isso faz todo o sentido na ora de obter algo de Deus. A cristandade anda muito além dos exemplos das orações de homens e mulheres de Deus da bíblia, e de outros exemplos no decorrer da história.

Hoje há uma busca frenética do que Deus tem, do que Deus pode dar, do que Deus pode proporcionar. Como se Deus só servisse para atender nossas necessidades. Então eu proponho:  busque o que Deus É e não o que ele tem. Pois ele já sabe das nossas necessidades.  Fl. 4.19 “O meu Deus, segundo as suas riquezas, suprirá todas as vossas necessidades em glória, por Cristo Jesus.” 

4.    Converter – Esta palavra no Hebraico significa “Shûb” – deixar de buscar o mal, voltar-se para Deus e obedecê-lo, melhor “refazer o caminho de volta”. Existe pessoas que se humilha, ora, busca a face de Deus, mas não abandona os maus caminhos. Era como nos tempos dos Juízes quando povo orava, Deus atendia com um juiz libertador, logo após a vitória o povo voltava a trilhar os maus caminhos.

Por esse motivo o profeta Joel se indignou com o comportamento dos religiosos judeus do seu tempo. E rasgai o vosso coração, e não as vossas vestes, e convertei-vos ao SENHOR vosso Deus; porque ele é misericordioso, e compassivo, e tardio em irar-se, e grande em benignidade, e se arrepende do mal.” Joel. 213

RESULTADO

1.    Deus “então eu ouvirei dos céus” – não existe céu fechado, distante, impenetrável quando há humilhação, oração, relação e conversão para com Deus. Ou seja, o céu estará sempre firme para quem se dobra. “... dá ouvidos à minha oração, que não é feita com lábios enganosos.” Sl. 17.1

“OUVE-ME quando eu clamo, ó Deus da minha justiça, na angústia me deste largueza; tem misericórdia de mim e ouve a minha oração.” Sl. 4.1 


2.    Deus “perdoarei os seus pecados” –  toda confissão feita de coração é passível do perdão de Deus. Então reconheci diante de ti o meu pecado e não encobri as minhas culpas. Eu disse: "Confessarei as minhas transgressões", ao Senhor, e tu perdoaste a culpa do meu pecado.Sl. 32.5

O que encobre as suas transgressões nunca prosperará, mas o que as confessa e deixa, alcançará misericórdia.” Pv. 28:13

Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. I Jo. 1.9

3.    Deus e sararei a sua terra” Terra restaurada é sinal da aprovação de Deus, de bênção e prosperidade do Senhor. Uma terra livre de secas, aridez, pragas etc.

E amar-te-á, e abençoar-te-á, e te fará multiplicar; abençoará o fruto do teu ventre, e o fruto da tua terra, o teu grão, e o teu mosto, e o teu azeite, e a criação das tuas vacas, e o rebanho do teu gado miúdo, na terra que jurou a teus pais dar-te. Dt. 7.13


Porque o SENHOR teu Deus te põe numa boa terra, terra de ribeiros de águas, de fontes, e de mananciais, que saem dos vales e das montanhas; Terra de trigo e cevada, e de vides e figueiras, e romeiras; terra de oliveiras, de azeite e mel.  Dt. 8.7-8

Um comentário:

  1. Gloria a Deus! Muito bom o sermão. Visão sobre 2Cr 7:14 foi muito satisfatória, falando sobre as condições para recebermos as bençãos de Deus. Precisamos ensinar cada dia mais essas verdades para o povo de Deus. Deus o abençoe Pastor! sgtmarcusalves@gmail.com

    ResponderExcluir